CRECHE SEMENTE DE AMOR

A Creche Semente de Amor em tempos de Pandemia começou com iniciou o ano letivo/21 no mês de Abril com todos os protocolos: Sanitário e as Recomendações da SME (7ª CRÊ), Foram realizadas as limpezas e higienizações necessárias e as Desinfecções. Recebemos a princípio as crianças com os horários reduzidos, número das mesmas também reduzido e o horário foi estabelecido para três horas em dois turnos e com revezamento. E conforme íamos sendo orientados pela 7ª CRÊ, fazíamos os acréscimos nos horários e com o número das crianças. Esse comportamento foi muito importante para as crianças, família e o INPAR, pois todos precisaram se ajustarem ao “novo normal.” Montarmos uma tenda para a recepção das crianças e tidos que adentram à Instituição, para a higiene das mãos e averiguação da temperatura e evitar a aglomeração como para verificar o uso da máscara. As crianças estão recebendo uma boa alimentação, é bem atendidas pelas monitoras com as auxiliares  e realizam as atividades no privilegiado espaço do INPAR. O Ambiente  dos espaços internos sempre bem higienizados pelas incansáveis auxiliares da limpeza. As  crianças recebem nesse horário agora já de 06:h de permanência na Creche, recebem três refeições diárias. Temos uma frequência importante e satisfatória, os pais anseiam  pelo horário de oito horas para seus filhos para que também possam retornar aos seus empregos, principalmente os “informais” que na grande maioria de pais/responsáveis de de nosso efetivo atendido estão inseridos. Lembramos a todos que a Creche Semente de Amor é uma Creche Inclusiva e temos alguns alunos especiais e isso nos trás muito contentamento, pois estamos cooperando para o Reino de Deus e  para uma sociedade que reconhece esse “ser em desenvolvimento”para que tenha oportunidade de protagonismo de percursos e que merece todo carinho, atenção, e convivência com os seus pares para seu desenvolvimento integral. Nosso efetivo são 120 crianças atendidas de 2ª a 6ª feira. Das 07:30’ às 14:h.

OFICINA DO SABER

A Oficina do Saber estamos com 70 crianças que estão na rede pública de ensino, divididas em dois turnos e que passam conosco no contra turno escolar. Estas seguem as orientações da 7ª CRÊ. Elas seguem os protocolos em suas escolas com também no INPAR. Algumas fazendo rodízios nos horários da Escola, e chegam pela manhã ou à tarde pelo INPAR. As que que permanecem pela manhã tomam café da manhã e almoçam, fazem suas atividades bem variadas e  vão pra escola. As da tarde, chegam e já almoçam e vão para atividades lúdicas, na sala de atividades como jogos, vídeos  prara a fixação do que foi feito na Escola. Fazem no externo (pátio), Jiu Jitsu, Tae Kwon Do, entre outras atividades, como oficina de música, informática, culto ao Senhor, Biblioteca e Badminton. Eles lancham e fazem atividades livres com orientação das monitoras porque criança precisa brincar!

REVER PARA APRENDER

Projeto Rever para Apender

Faixa etária: 10 a 15 anos e/ou estar matriculado na rede pública entre o sexto e o nono ano.

O projeto tem por objetivo aprimorar os conteúdos disciplinares aprendidos nas escolas a fim de possibilitar a permanência de crianças e adolescentes em situação de baixa renda e com dificuldades no aprendizado nos estudos, além de instigar o desenvolvimento das capacidades físicas e mentais, e a ampliação da autoestima e da cidadania.

Os objetivos descritos não são separados e devem ser alcançados através de atividades integradas de apoio pedagógico, esportes, oficinas de música, dança e fotografia.

Grupo Escoteiro do Ar Álvaro Reis 148/RJ

Um movimento para jovens, feito por jovens. Essa é principal engrenagem do Movimento Escoteiro: a vitalidade das crianças, adolescentes e jovens que passam por nossos caminhos e renovam nossas energias, aliada à experiência dos adultos voluntários.
O Grupo Escoteiro 148 GEAr Álvaro Reis completou 3 anos de Fundação no dia 1 de Setembro de 2021. O grupo surgiu a partir do convido da Diretoria do INPAR –INSTITUTO PRESBITERIANO ÁLVARO REIS, no intuito de oferecer atividade educacional de qualidade nos fins de semana as crianças, jovens e adolescentes da Instituição.
O convite foi aceito pela visão social e as várias semelhanças entre a Instituição e o Escotismo. A Instituição foi fundada no mesmo ano da chegado do Escotismo ao Brasil, em 1910, seu objetivo assim como a visão do escotismo, visa a formação de jovens, crianças e adolescentes em cidadãos plenos que se apoiam em escalas de valores que concedem a vida uma razão de viver e transformadores da sociedade em que vive.
O nome do grupo foi em homenagem ao Instituto e o símbolo do escotismo que é a “Flor de Lís” foi desenhado entre aos mãos da logo do INPAR, representando o acolhimento do Instituto ao grupo escoteiro. As cores do grupo são homenagem ao Projeto SOrriA que oportunizou esse estreitamento entre Movimento Escoteiro e o INPAR.

Projeto SOrriA – Projeto Social de Orientação em Atividades físicas e esportivas

O projeto que contempla todas as crianças, cerca de 400, atendidas pelo Instituto Presbiteriano Álvaro Reis – INPAR.
Foi implantado em março de 2001, visando complementar a educação básica de crianças oriundas de classes populares, por meio de atividades esportivas, artísticas e de recreação orientada. As atividades são realizadas nas dependências do Instituto Presbiteriano Álvaro Reis (INPAR), localizado em Jacarepaguá, Rio de Janeiro, RJ, sociedade civil sem fins lucrativos, filantrópica.
O INPAR tem por objetivo o amparo de crianças e adolescentes órfãos ou necessitados por meio da oferta gratuita de alimentação e cuidados com a saúde e apoio ao ensino. Acolhe crianças independentemente de sexo, cor e origem religiosa no horário invertido de seus compromissos escolares.
É uma instituição reconhecida e premiada. Em 2000, foi classificada como a 308ª
entidade filantrópica do Brasil no Guia de Filantropia 400. Nos anos de 2002 e 2005 recebeu o “Prêmio Bem Eficiente”, outorgado para entidades filantrópicas mais bem administradas do país. O Prêmio indica que o INPAR tem objetivos claros, transparência nas ações, gestão eficaz, utilização adequada dos recursos captados e investimento e valorização do seu quadro profissional